Arcadier Learn 

5 coisas que você deve saber sobre mercados on-line x sites de comércio eletrônico

article image

Então você está planejando começar um negócio online? Excelente. E você já pensou se deveria começar um site de comércio eletrônico ou um marketplace. Se for esse o caso, excelente, você está lendo o artigo certo.

Pois bem, qual é a diferença? Os sites de comércio eletrônico tradicionais são geralmente vitrines que permitem que uma pessoa venda seus produtos. Os mercados, por outro lado, são diferentes, permitindo que muitas pessoas vendam seus produtos lado a lado.

Aqui estão minhas ideias para ajudar a tornar sua escolha mais clara.


1. Branding: Um foco único versus força em números.

As soluções tradicionais de e-commerce de vitrine têm a vantagem de focar em uma única marca ou negócio. Isso depende e ajuda a fomentar a fidelidade à marca do cliente, resultando em alto valor de vida do cliente. Considerando que, em um mercado, todas as marcas e empresas são apresentadas juntas. Isso beneficia o comprador porque ele não precisa procurar produtos complementares ou concorrentes. Isso beneficia o vendedor porque ele pode alavancar a força dos mercados e o volume de visitantes.


2. Quanto custará para começar algo valioso?

Um mercado pode permitir que seus usuários tirem proveito de ativos de folga. Esses são ativos já detidos, mas não inteiramente usados, e isso significa que os mercados podem criar um forte valor para o cliente com muito menos despesas para o operador do mercado. Os proprietários do ativo se beneficiam porque obtêm maior utilidade de algo que não têm capacidade de usar o tempo todo. Os compradores também se beneficiam porque têm acesso a algo que, de outra forma, não poderiam pagar.

O comércio eletrônico tradicional geralmente exige que alguém pague a conta para comprar estoque suficiente, caso contrário, os clientes enfrentam longos prazos de entrega, pois as mercadorias são enviadas diretamente do atacadista das lojas. Mas, por outro lado, os itens que são vendidos são usados ​​exclusivamente pelo comprador e podem ter a garantia de disponibilidade infinita. O e-commerce tradicional é uma boa solução para uma única marca que vende seu próprio estoque.


3. Os usuários podem encontrar o que desejam?

As vitrines têm o desafio de conscientizar os consumidores de sua existência. Isso significa que o comerciante individual precisa gastar mais para direcionar o tráfego para seu site, mas pode concentrar seus gastos em um marketing bem direcionado. Assim, uma vez que o comprador encontre sua vitrine, o processo de seleção é mais simples, pois ele está escolhendo entre os produtos oferecidos por apenas uma empresa. Portanto, esperançosamente, o compromisso de compra é bastante rápido.

Os mercados também podem gastar em marketing direcionado, mas o custo é arcado por todos os comerciantes que operam no site. A segmentação pode ser especialmente eficaz se o mercado oferecer produtos exclusivos que estão fortemente associados, atendendo a uma necessidade agregada dos compradores.

Além disso, os mercados se beneficiam de vários usuários que operam em seus sites. Como há muitos vendedores, eles anunciam individualmente a existência do mercado, causando uma disseminação viral de conscientização. Quanto mais satisfeitos os compradores realizando transações no site, mais eles ajudam a difundir o reconhecimento do mercado, e o fazem de uma forma mais precisa do que apenas o marketing direcionado.

Depois que um usuário descobre um mercado, sua capacidade de localizar rapidamente o que deseja comprar é crítica. É vital que o operador de mercado selecione uma plataforma que possa permitir que os critérios de pesquisa sejam ajustados às necessidades do comprador.


4. Abordagem de tecnologia diferente.

As vitrines de comércio eletrônico existem para fornecer uma presença comercial online e, portanto, foram projetadas para isso. Eles são simplificados para esse fim. Os mercados oferecem aos compradores um balcão único para comprar tudo o que precisam. Portanto, as soluções de mercado foram adaptadas desde o início para atender às necessidades específicas do comprador e do operador do mercado. Embora tenham características semelhantes, a ênfase em seu design significa que o operador de qualquer um deles é mais eficiente na solução mais adequada.

A tecnologia apropriada para construir um mercado é única; deve oferecer APIs (interface de programa de aplicativo) poderosas, ser um software baseado em nuvem que permite tempos de implementação curtos e ter um banco de dados escalável projetado para uso em vários mercados. As soluções de mercado modernas suportam tecnologia omni-channel; integrando canais físicos na loja, web, mobile nativo, atendimento e comércio social em uma plataforma.


5. Fluxo de caixa positivo

Como os sites de comércio eletrônico precisam de mais investimento inicial, demoram mais para atingir o ponto de equilíbrio. Os mercados, por outro lado, têm melhores margens de lucro, pois sua receita é composta principalmente por uma porcentagem das transações. Dependendo do volume de transações, o dinheiro ganho geralmente é reinvestido no desenvolvimento de produtos para acelerar o crescimento.

Quer você escolha construir um mercado online ou um site de comércio eletrônico, é bom saber as diferenças. O sucesso dos marketplaces está crescendo a cada dia e a tendência do mercado está em constante evolução. Gerenciar os aspectos logísticos, criar uma experiência de compra eficaz e um excelente atendimento ao cliente são alguns dos principais aspectos em que um novo negócio precisa se concentrar para garantir seu sucesso. Considerando todas as coisas, não existe uma resposta certa ou errada, apenas o processo de determinar o que se adequa ao futuro do seu negócio. Identifique suas necessidades, preferências e público-alvo. Depois de fazer isso, será mais fácil para você decidir se deseja usar um mercado online ou uma solução de comércio eletrônico.

Create your marketplace
easily with Arcadier!

What are you waiting for?

Start your 30-day free trial today